Hipnose Condicionativa

Hits: 1897

LeidesO termo hipnose abrange procedimento que venha causar mudanças no estado físico e mental e que produza alterações na percepção, nas sensações, no comportamento, nos sentimentos, nos pensamentos e na memória, inclusive desencadeando reações neurológicas e metabólicas.
Ao contrário do que parece, durante a sessão hipnótica o cérebro está em plena atividade. Reações cerebrais desencadeiam a produção de neurotransmissores, substâncias que transmitem informações através do sistema nervoso, provocando diversas reações orgânicas. Durante o transe o paciente consegue a concentração necessária para o apoio na resolução de seus problemas é que no seu dia-a-dia ele tem dificuldade para se concentrar, pois seu pensamento está em várias outras coisas e ele não consegue a concentração necessária.
Por isso, a hipnose pode ser indicada como auxílio terapêutico em distúrbios psíquicos como tiques, fobias, depressão e síndrome do pânico, bem como em casos de vícios.
A hipnose clínica cada vez mais vem se firmando como um importante instrumento no auxílio de diferentes diagnósticos. Muitos estão sendo as pesquisas que vem confirmando sua eficácia e eficiência nos mais diversos tipos de auxílio terapêutico.
A forma como cada indivíduo responde aos estímulos apresentados é diferente, único e individual, portanto, a hipnose é trabalhada, de forma exclusiva para cada pessoa, cada problema, doença ou dificuldade.
A hipnose é uma forma de comunicação, que provoca mudanças e transformações, levando o individuo à prática do pensar sobre si. Nesse contexto surge para dar um pouco mais de esperança ao mundo moderno, para resgatar a verdadeira essência da vida, eliminando as impurezas da mente humana.